quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Vamos aprender com os erros da Venezuela para não repeti-los por aqui


Imagem retirada do Google Imagens: manifestantes implorando por uma democracia na Venezuela

Compartilho este vídeo excelente, chamado: A lição da Venezuela aos Brasileiros, publicado no blog Garotas Direitas correlacionando a situação atual da Venezuela com os passos que o Brasil vêm seguindo nos últimos anos.



É triste ver pessoas defendendo políticas de esquerda diante de um contexto desses. Será tão difícil enxergar que estamos indo pelo mesmo caminho? As alianças entre Dilma, Lula e os líderes políticos de nossos vizinhos da América Latina, que estão afundando, devido à adoção de políticas socialistas, sempre estiveram escancaradas na mídia. Como é que alguém tem a coragem de dizer que o comunismo morreu quando ele está vivinho da Silva, enviando médicos em regime de escravidão para trabalhar aqui?

Tenho visto muita gente nas redes sociais que se ilude de que é possível defender políticas de esquerda e ao mesmo tempo ser contra o PT. Essa é uma grande ilusão e que só tem feito aumentar a força do partido. O PT possui alianças políticas com todo e qualquer movimento esquerdista. Defendê-los é necessariamente alavancar o governo atual e todas as suas ramificações (os black blocs, o MST, o chavismo, o castrismo, o Foro de São Paulo, as Farc...). A situação é complexa, pois não existe uma oposição forte e coesa neste país. Uma coisa é certa, em 12 anos o partido se tornou praticamente soberano e mais um mandato pode ser a gota d´água para acabar com o que nos resta de democracia.

Não é a primeira vez que digo isso: estou apavorada com o que nos aguarda neste ano de copa/eleições. O clima de guerrilha está instaurado e mostrando a sua força cada vez mais. O número de mortos nos atos de violência cotidiana supera o de países em guerras e possui uma forte aliada: uma mídia infiltrada, fortemente censurada, onde só é divulgado aquilo que é favorável à imagem do governo. Graças ao pouco de democracia que ainda nos resta, temos alguns canais informativos de credibilidade e devemos aproveitar essa chance para buscar informações, em fontes de qualidade, para termos maior noção da gravidade das coisas e não corrermos o risco de divulgarmos informações plantadas na mídia com o propósito de mascarar cada vez mais as intenções dos nossos atuais governantes e aliados.

Eu sempre relutei em "me alimentar" de notícias referentes à política, pois para mim nunca passou de um motivo para me fazer querer esmurrar o padeiro. Por isso, por um longo tempo optei em acompanhar superficialmente as notícias, escolhendo a alienação como caminho para a felicidade. Acontece que chegou um momento que ficou impossível continuar beijando o padeiro e vendo o mundo desmoronando lá fora. A necessidade de estudar mais e me posicionar foi ficando mais forte do que eu.

Gostaria de fazer um apelo a todos os meus leitores. Acredito que muita gente que lê meus posts não dá muita bola para política: quer pensar somente em saúde, culinária, nutrição e assuntos felizes. Mas, infelizmente, nada disso é possível quando vivemos em um lugar onde não existe saúde política, economia forte, educação, bons representantes e democracia de verdade. O Brasil apresenta traços cada vez mais fortes de uma ditadura, mas ainda temos o poder do voto. Nosso país é enorme, a população está insatisfeita (haja vista as manifestações do ano passado) e temos força na população para promover mudanças. Entretanto, é imprescindível que haja FOCO e para isso é necessário que dediquemos tempo para estudar e entender melhor o que está por trás de tantas reivindicações antes de irmos às ruas fazer qualquer tipo de manifestação ou mesmo "compartilhar" informações nas redes sociais. Uma coisa é certa: atirar para todos os lados, como já vimos no ano passado, é improdutivo. As manifestações mais recentes não tem gerado nenhum resultado efetivo além de baderna, violência e depredações, apesar das boas intenções de tantos que já foram às ruas (acabam sendo vítimas daqueles que estão doidos para fazer uma guerrilha no país).

Vamos estudar mais, questionar mais e tentar nos livrar da lavagem cerebral que vem sendo incutida em nossas cabeças há décadas. Muita coisa é difícil de aceitar de início e pode parecer "teoria da conspiração", mas não é e o desenrolar de fatos como os recentes ocorridos na Venezuela são a prova disso.

Para quem está disposto a dedicar um pouco mais de tempo à leitura, recomendo o best seller de Olavo de Carvalho, chamado: O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota. O livro contém diversos textos reunidos por temas, com infinitas referências a autores, textos e vídeos: um curso básico de política, filosofia e economia, muito bem fundamentado. Por ser dividido em capítulos curtos, dá para ser degustado calmamente...

Este livro foi organizado por Felipe Moura Brasil, que, por sua vez, mantém um blog que também é uma excelente fonte de informações abordando atualidades na política.

Já citei diversos textos dele aqui no blog e recomendo fortemente a leitura do blog de Reinaldo Azevedo, sempre atualizadíssimo!

Outro blogueiro com ótimo conteúdo é Rodrigo Constantino, divulgador da impecável expressão Esquerda Caviar, que descreve com maestria um perfil tão frequente na nossa sociedade atual: pessoas que defendem bandeiras esquerdistas, mas que são puro paradoxo na medida em que cultivam hábitos e costumes nada sustentáveis/populares e esbanjam luxos que vão de encontro à qualquer filosofia que pregue a simplicidade e/ou igualdade social. Em suma, aqueles que criticam a dita "burguesia" e estão mergulhados nela até o pescoço. Hipócritas completos!

Quem gosta de vídeos, tem um prato cheio no Youtube, tanto com os vídeos do próprio Olavo de Carvalho (True Outspeak - Mídia sem Máscara) como com os Hangouts de Lobão e muitos outros. Como já divulguei referências demais neste post, vou deixar para publicar mais links em outra oportunidade: aguardem!

Todos as pessoas mencionadas possuem perfis no Facebook onde atualizam frequentemente os conteúdos publicados e divulgam outros tantos. Para quem faz parte da rede social, segui-los é uma ótima ideia.

É isso aí. Espero ter muitos motivos para continuar querendo beijar o padeiro. Sou apaixonada por esse país e espero que possamos tirar lições proveitosas dos problemas enfrentados atualmente pelos países vizinhos para que seja possível traçar uma nova rota para o nosso futuro, já que a que estamos seguindo atualmente está levando a gente para um abismo. Conto com a colaboração de vocês!

2 comentários:

  1. Nossa! falou tudo! Assino embaixo e super recomendo o livro do Constantino. Tá na hora do povo acordar e perceber quem é quem nessa história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla!!

      Bem vinda ao Beijo no Padeiro!

      Grata pelo apoio!!! Vamos fazendo a nossa parte na divulgação de informações que consideramos úteis e benéficas para o restabelecimento da ordem em nossa sociedade... Afinal de contas, a esperança é a última que morre!!

      Forte abraço

      Excluir