quarta-feira, 29 de abril de 2015

O que é um parto humanizado?

Este termo está na moda, mas muita gente não sabe do que se trata, então resolvi escrever um post só para esclarecer.

Sei disso, pois, outro dia alguém me falou: "Quero ter um parto normal, mas não humanizado." Perguntei o que essa pessoa entendia por parto humanizado e ela disse: "Ah! Parto na água, em casa, sem anestesia...".

Gente, isso não existe. Como o próprio nome sugere, o parto humanizado é simplesmente uma conduta mais humana. 

Como assim? 

Comentei no post que falo sobre a preparação para o parto a respeito do triste fato de muitos médicos hoje estarem induzindo a cesariana, realizando "desnecesárias", desmoronando o sonho de muitas mulheres de terem um parto normal. Passam a gestação inteira "iludindo" a paciente de que farão um parto normal e na última hora inventam alguma historinha de que o bebê está em sofrimento e é preciso fazer uma cesárea. Qual a mãe que depois de esperar um filho por 9 meses irá querer deixá-lo em sofrimento? Claro que em alguns casos é verdade e o parto cesariano está aí para isso: salvar vidas. Entretanto, ou as mulheres brasileiras têm algum erro de fabricação ou somente esta atitute, nada humanizada, justifica um número superior a 80% de cesarianas na rede particular e superior à 50% no país, em geral. Resumindo: um médico humanizado irá fazer tudo que estiver ao seu alcance para realizar um parto natural, se esse for o desejo da mãe.

Outra prática considerada não humanizada é obrigar a mulher a deitar para parir, realizar episiotomia (corte na vagina)...

Tem muita mulher que QUER parir deitada, no hospital, com anestesia. Um médico "humanizado" irá fazer o que a mãe quiser! Ele está preocupado com o bem estar dessa parturiente. 

Ao mesmo tempo, se o desejo da mãe for ter um parto de cócoras, esse médico humanizado estará disposto a sentar-se no chão para realizar o parto. O conforto e os desejos da sua paciente virão sempre em primeiro lugar...

Resumindo, toda mulher merece um médico que faça parto humanizado! Esse médico fará aquilo que a sua paciente quiser, sem imposições e claro, orientará para riscos, vantagens e desvantagens, mantendo uma postura ética e profissional.

Um comentário:

  1. The Goat Strikes Again...8 de maio de 2015 17:17

    Parabéns pelo post. Só uma observação: médicos não "fazem" partos. Quem faz partos são as mães. Os médicos apenas os assistem (dão assistência). Um parto humanizado, pelo que entendi, é aquele que obtêm, da parte do médico, mais assistência e menos intervenção. Mais respeito aos requisitos da mãe que, pura e simplesmente, imposição de protocolos que lhe garante mais produtividade, mais fins de semana livres, mais remuneração aos hospitais, e menos noites em claro.

    ResponderExcluir