sexta-feira, 7 de julho de 2017

Refletindo sobre o DETOX

Resultado de imagem para detox
Coloquei a palavra DETOX no Google Imagens e o que encontrei? Só imagens de frutas, sucos e verduras... Vamos rever este conceito?

Acabei de receber um desses vídeos que fala em como se ter uma boa saúde, visão holística, alimentação saudável, rotina saudável, meditação, etc... E, depois de um longo jejum, me deu vontade de escrever... O tema de hoje é DETOX ou DESINTOXICAÇÃO, palavra que está em alta nos últimos tempos, mas que muita gente não apreende na totalidade.

Vamos lá. Detox é por essência colocar PARA FORA! O que mais tenho visto são pessoas buscando DETOX colocando para dentro... Tudo bem, entendo que a ideia por trás de um “suco detox”, por exemplo, é de promover uma limpeza no corpo, colocando algo para fora através de nutrientes antioxidantes e que estimulam o metabolismo, como o gengibre, por exemplo.

Tenho percebido que a ideia do detox na mente das pessoas, em geral, para por aí... De que adianta, uma mulher, por exemplo, tomar suco detox e inibir uma das maiores fontes desintoxicantes do corpo que é a menstruação? Sim, cada vez mais as mulheres têm deixado de menstruar, tomando hormônios que inibem a menstruação. Além de estarem promovendo um acúmulo hormonal estão inibindo uma das formas femininas mais fisiológicas de detox.

Outra tendência feminina moderna é a prática da musculação visando o ganho muscular exagerado. Atrelado a esta atividade está a ingesta de suplementos dos mais diversos e tome-lhe acúmulo, sobrecarga do organismo... Mais uma vez perde-se a oportunidade de desintoxicar através da atividade física, focando em uma atividade acumulativa. Onde está a explosão, o suor, a livre expressão corporal, a leveza desta atividade física? Que tal fazer um detox com aulas de artes marciais, danças e esportes que fazem suar, socializar, que trazem emoções como novos escores ou um simples gol?

Sobre a meditação, também cada vez mais indicada para uma boa saúde... Linda a teoria de "esvaziar a mente" de "mindfulness", entretanto, você concorda que para praticar uma atividade baseada na pausa mental é preciso dar uma esvaziada antes? Desintoxicar? Botar para fora?


Poderia me alongar com outros exemplos, mas como sei que textos longos geram preguiça nos leitores, que tem vidas cada vez mais corridas, vou encerrar deixando uma reflexão. Como você tem se desintoxicado? Vai ao banheiro todos os dias? Menstrua regularmente? Faz uma atividade transpirante? Canta? Dança? Grita? Chora? Como é a sua expiração? Fala-se tanto em respirar... Observe seu corpo. Desregulações nas vias desintoxicantes fisiológicas do organismo são o alerta mais simples: fezes, urina, menstruação. Atenção: nem tudo que se acumula aparece de forma tão corriqueira. Excessos podem se somatizar no organismo e se expressar através das doenças mais variadas: físicas e psíquicas. Afinal de contas, como já falei aqui, a comida é apenas um dos nossos cinco alimentos e todos eles podem gerar acúmulo físico. Faça um balanço de sua vida, avalie o equilíbrio entre o colocar para dentro e colocar para fora. Se perceber que tem uma tendência acumulativa no corpo, (isso vai do excesso de peso ao acúmulo de emoções) veja a melhor abordagem e busque um detox holístico (palavra vem do “whole” em inglês, ou seja: inteiro, logo, algo holístico nada mais é do que uma abordagem abrangente, integrativa). Boa sorte!

Nenhum comentário:

Postar um comentário