domingo, 16 de setembro de 2012

ATENÇÃO: Iodoterapia



Imagem retirada do Google Imagens

Acabei de receber um telefonema que me levou à necessidade de escrever um post esclarecedor. Um dos tratamentos contra problemas na tireoide, principalmente nos casos de câncer, quando são as glândulas tireodianas são removidas, é iodoterapia. Trata-se de um tratamento feito com um tipo de iodo reativo, com o objetivo de retirar qualquer resíduo do câncer, após a cirurgia.

Quando alguém precisa fazer tal procedimento é necessário que fique SEM INGERIR NENHUM TIPO DE SAL ou comidas que contenham iodo como algas, peixes, frutos do mar e produtos industrializados.

Acabaram de me telefonar querendo mais informações sobre o Sal de Gueránde, onde comprar etc., após terem descoberto meu blog pela web. Ao me falarem que a pessoa tinha sido proibida de ingerir iodo, na mesma hora imaginei do que se tratava e constatei. Ainda bem que “saquei” qual era o caso logo, pois, esta pessoa poderia acabar comprando o Sal de Gueránde achando que não continha iodo, quando na verdade CONTÉM, porem em doses naturais, sem adições químicas e artificiais.

A pessoa acabou de retirar a tireoide e como de costume foi escassamente orientada pelo seu médico. Tentei ajudar dando conselhos, mas confesso que fiquei apavorada. Esta pessoa precisa de um acompanhamento nutricional bastante específico e está completamente desorientada. Para completar o fato de ter retirado um tumor maligno, a pessoa ainda é diabética. Como seu médico não incluiu uma nutricionista na equipe que lhe acompanha? Retorno à preocupação sobre a interdisciplinaridade que comentei no texto Nutrição X Medicina.

Vou ressaltar novamente: TODO SAL TEM IODO NATURALMENTE.

Em casos como o descrito acima, o mais importante é que se abra mão de todo tipo de produto industrializado e passe a ingerir alimentos feitos em casa, sem sal. Recomendo a ingestão de grãos e cereais integrais, como o arroz, a cevadinha, o trigo sarraceno, a aveia, os feijões, verduras e frutas.  Para realçar o sabor dos alimentos pode-se uitlizar: alho, cebola, cheiro verde, folha de louro, cominho, noz moscada, gengibre, açafrão, canela e outros. Nada de temperos prontos, pois estes podem conter sal na composição. O mais garantido é que os preparos sejam totalmente artesanais, para garantir que não haja ingestão de iodo. Acho prudente evitar o açúcar também, por ser um produto extremamente químico e tóxico.

Perguntaram-me também  sobre o sal manipulado em farmácia sem iodo. Além de ser um produto caro, não acho uma boa ideia: uma pessoa que acabou de passar por um procedimento cirúrgico, irá passar por um tratamento extremamente delicado e está com o corpo debilitado, deve ter uma dieta o menos química possível. Acho mais interessante lançar mão de alimentos e temperos frescos e naturais, focando numa dieta o mais orgânica possível.

É isso aí, fica a dica para quem estiver com algum problema do gênero ou conhecer alguém que esteja!

3 comentários:

  1. E essa dica serve para quem ainda tem a tireoide mesmo que hipo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!

      Quem nao tem nenhum problema nao precisa restringir o sal da dieta. Basta cuidar da qualidade do sal, dando preferencia pro consumo de sal marinho e se possivel Sel de Guerande (falo sobre ele no post: http://www.beijonopadeiro.com/2012/09/sal-marinho-sem-adicao-de-iodo-no-brasil.html

      Em relacao a evitar produtos industrializados e tudo sem dúvidas que é uma diÓtima medida de prevençsempre frescos, locais, organicos e integrais com na dieta!!

      Excluir
  2. Querida, de o de você tirou que quem não pode ingerir iodo pode usar canela? A canela tem iodo e muito! Sou extremamente alérgica à iodo e não posso usar canela de forma alguma.

    ResponderExcluir